Weather (state,county)

Siga @RicamenteBR, no instagram!

O que é inflação e como ela afeta a sua vida


A Inflação é usada para explicar o aumento nos preços de produtos e serviços importantes no nosso dia a dia, e também é o motivo pelo qual o seu poder de compra diminui em alguns momentos.

Na economia, o conjunto dessas categorias pesquisadas é chamado de “cesta de produtos”, a cesta é definida pela Pesquisa de Orçamentos Familiares - POF, do IBGE, que entre outras questões, verifica o que a população consome e quanto do rendimento familiar é gasto em cada produto: arroz, feijão, passagem de ônibus, material escolar, médico, cinema, entre outros.

Você concorda que o aumento do feijão por exemplo, tem um peso muito maior no orçamento de uma família que recebe 1 salário mínimo por mês do que daquela que recebe 5 salários? Por isso, os índices levam em conta não apenas a variação de preço de cada item, mas também o peso que ele tem no orçamento das famílias.

O indicador oficial de inflação no Brasil é o IPCA que é o  Índice de Preços para o Consumidor Amplo, embora existam outros vamos focar apenas nesse hoje.

Ele é calculado mensalmente pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nas regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Salvador, Recife, Fortaleza, Belém e Vitória, além de Goiânia, Campo Grande, Rio Branco, São Luís, Aracaju e Brasília.

Apesar de não ser calculado em todo o país, o IPCA é de abrangência nacional,ou seja, vale para todas as regiões e cidades.


O que causa a inflação?

A inflação pode ser de curto prazo: aumentar em um mês; e de longo prazo: aumentar continuamente ao longo de um ano, por exemplo. As causas são diferentes em cada um desses casos. Na economia uma ação puxa a outra e nem sempre dar para isolar as possíveis causas de uma variação inflacionária, abaixo vou citar as mais comuns de acontecerem.

CURTO PRAZO
Aumento na demanda

Se o número de pessoas querendo um determinado item aumenta muito rápido, fica difícil garantir o fornecimento para todos. Nesse caso, dizemos que a demanda ficou maior do que a oferta. Nesses casos, o preço tende a subir, gerando inflação, isso pode acontecer também quando há maior disponibilidade de crédito: com maior poder de compra, as pessoas conseguem gastar mais (aumentando a demanda geral). Ou ainda, o aumento nos custos de produção de um determinado produto ou serviço ficam mais altos, e por consequência existe uma queda na quantidade ofertada, tudo isso pode gerar inflação no curto prazo.

LONGO PRAZO
Emissão de Moeda

Algumas ações do governo também podem fazer com que a inflação aumente, quando os gastos são maiores do que os arrecadamentos, por exemplo, pode ser necessário “imprimir” mais dinheiro,ou seja, emitir mais moeda para pagar as contas.Essa emissão faz com que o volume de dinheiro seja maior que a oferta de produtos e serviços. Consequentemente, os preços sobem.

Diminuir a taxa de juros

Quando o governo diminui a Selic, a taxa básica de juros da economia definidas pelo Banco Central, os seus investimentos na poupança, em renda fixa e em títulos públicos passam a render menos. Além disso, os empréstimos no geral ficam mais baratos, essa é uma forma de estimular o consumo e a produção. No longo prazo, isso gera um aumento de demanda e pode acarretar no aumento da inflação.

Como a Inflação afeta o seu bolso?

Na prática, a inflação faz com que seu dinheiro perca valor, já que ele não acompanha as altas nos preços. Desde que o real entrou em vigor até o momento nós temos uma inflação acumulada em +500%, o que se comprava com R$ 100,00 em 1994 atualmente é necessário pelo menos R$ 660,00.

Como controlar a inflação?

O governo federal não tem total controle sobre a inflação, mas algumas medidas que ele toma podem influenciá-la.

Por exemplo: a taxa Selic determinada pelo Banco Central, é uma ferramenta usada para controlar a inflação; aumentar os impostos também puxa os preços para cima, o que tende a reduzir a quantidade de moeda na economia, afetando a demanda e, portanto, a inflação.


E por que a Selic tem poder sobre a inflação?

Um exemplo prático: quando a Selic aumenta, o acesso ao dinheiro (crédito, empréstimos, financiamentos…) fica menor e o consumidor para de fazer maiores gastos. No longo prazo, essa estratégia controla a inflação por gerar menor demanda e, consequentemente, oferta mais barata.

Na prática, portanto, aumentar a Selic ou mantê-la estável é uma maneira de conter o aumento dos preços (o IPCA).Por outro lado, quando o Banco Central deseja estimular a economia, fazer o dinheiro circular mais e, por consequência, aumentar a inflação, a Selic diminui.


A inflação é sempre ruim?

Não. A inflação quando controlada, é um sinal de que a economia está aquecida e crescendo de forma saudável: por isso é preciso ter inflação e isso vale para todos os países.

O Brasil, inclusive, tem uma meta anual de inflação para dar segurança para a economia. Essa é uma forma de garantir que a economia brasileira continue em crescimento e os preços, controlados.

Esse coteúdo foi esclarecedor para você? Nos acompanha em nossas redes sociais: Instagram, Youtube e também no Facebook.

O que é inflação e como ela afeta a sua vida O que é inflação e como ela afeta a sua vida Reviewed by RicaMente on 7.7.21 Rating: 5

Business

Siga @RicamenteBR, no instagram!

Latest in Sports